" /> Bairro Antonio Bezerra. Com. Br - PREFEITURA DE FORTALEZA APRESENTA NOVOS LEITOS PARA USUÁRIOS DE DROGAS - Notícias Diversas - Notícias Novas
   
   

Pesquisa no Site

Entrar

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Livro de Visitas

Nossa Cidade

Sobre o Site

Menu

PREFEITURA DE FORTALEZA APRESENTA NOVOS LEITOS PARA USUÁRIOS DE DROGAS - Notícias Diversas - Notícias Novas imag1
Notícias Diversas : PREFEITURA DE FORTALEZA APRESENTA NOVOS LEITOS PARA USUÁRIOS DE DROGAS
Enviado por BAB em 27/05/2013 12:00:00 () Notícias do mesmo autor

Durante o Encontro Cearense dos Gestores da Saúde sobre Drogas, realizado no dia 24 de maio, durante todo dia, no curso de enfermagem da Faculdade Grande Fortaleza, a psicóloga e coordenadora da Atenção Especial da Secretaria de Saude de Fortaleza, Natalia Rios anunciou a implantação de mais 26 leitos na Unidade do José Walter, para portadores de distúrbios mentais e usuários de droga e 15 leitos no Hospital do Luís de França, esse para atendimento do publico infanto-juvenil.

Open in new window


Segundo ela, já existem 12 leitos no hospital Geral de Fortaleza, na Santa Casa de Misericórdia e no Hospital de Messejana, com sala para atendimento individual. Hoje são 14 Centros de Atenção Psicosocial-CAPS em Fortaleza, seis são AD (álcool e droga) destes, três CAPS são 24 horas. Os CAPS que substituíram as internações em hospitais psiquiátricos tem como objetivo oferecer atendimento à população, realizar o acompanhamento clinico, e a reinserção social dos usuários pelo acessando trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

A Dra. Selma Nogueira umas pioneiras na atuação com pacientes psiquiátricos n no Estado, disse que a droga, é considerada hoje uma doença psiquiátrica, e que houve um desmonte da saúde mental a partir da reforma psiquiátrica em junho de 2003. Segundo ela na década de 60 tínhamos sete hospitais, hoje o que existe é uma desospitalização e com o advento das drogas, cresceu a demanda de atendimento, além do que a maquina é lenta, mas ela reconhece que o paciente deve ser tratando diferenciados, não só pela RAPS, como pela família, dividindo as responsabilidades. Ela foi uma das palestrantes do evento no período da manhã.

Juliana Sena, coordenadora de Políticas Publicas sobre Drogas da Prefeitura de Fortaleza, explanou Em julho será inaugurado um espaço para acolhimento dos usuários de droga, com diversos entes com olhar voltado para três eixos, cuidado, prevenção e autoridade. Este ultimo ligado diretamente a secretaria de Segurança Publica e Guarda Municipal. Segundo ela, o grande desafio é que o tema "drogas" foi pautado ate agora como um problema de saúde e segurança, mas ele tem que ser visto como um problema de educação, profissionalização, introduzindo o esporte, a cultura e o lazer.

"O prefeito Roberto Cláudio, propôs uma política intersetorial e com o apoio de todos os secretários, estamos montando um conjunto de ações transformando a realidade deste problemática, ampliando o serviço de saúde com novas vagas de internação, novos convênios com comunidades terapêuticas gerando mais 300 vagas e privilegiando mulheres e crianças. A ideia é ampliar todos os CAPS AD em CAPS 24 horas, saindo de 10 para 15 leitos em cada unidade", disse Juliana Sena. A coordenadoria irá instalar na cidade também unidade de acolhimento que prevê internação de até nove meses, onde cada uma das seis regionais da cidade de Fortaleza terá uma unidade para adultos, e mais duas para o atendimento infanto-juvenil, com entrega até julho de 2014.

O técnico do Núcleo de Atenção a Saúde Mental da Secretaria de Saúde do Governo do Estado, Gabriel Seffair apresentou a Rede de Atenção Psicosocial- RAPS que nasceu em 2001, e hoje esta implantada mas 18 das 22 regiões de saúde. Ele disse que o deficit de CAPS é imenso, falta comprometimento dos gestores públicos na questão da contrapartida financeira oferecida pelos Ministério da Saúde. Ele informou que o Ministério aumentou o incentivo de 1 milhão de reais para quem implantar o CAPS AD, para municípios com população igual ou acima de 150 mil habitantes.

Disse ainda, que estamos vivendo um momento único na mudança de cultura que inspira muito cuidado na questão da internação compulsória, o que ele considera um total desrespeito ao ser humano.
O Delegado da Divisão de Proteção ao Estudante da Policia Civil, Carlos Alberto Germano destacou a importância do debate, promovida pela Apec e a revista Ceará e Municípios na Faculdade Grande Fortaleza, esclareceu que a violência que estamos vivenciado não só no ceara e no Brasil com um todo, não é só questão da policia, por isso ela tem que ser atendida por uma rede de profissionais qualificados abraçando não só os problemas da Capital, mas como do interior, onde a droga está se pulverizando.

Dentro do Complexo da Segurança Publica do Estado, ele disse que são atacadas duas frentes, prevenção e repressão, esta ultima combatendo a oferta da droga através de cinco fronteiras, nas divisas entre o Piauí/Campos Sales, Picos/ Parambú, Salgueiro/Penaforte, Mossoró/ Icapuí. Ele afirmou que toda droga que chega ao Ceará vem de São Paulo, Mato Grosso do Norte e do Sul, Paraná e da Região Norte.

A presidente da Comissão de Políticas Publicas Sobre Drogas da OAB-CE, Rossana Brasil Kopf e coordenadora de Políticas Publicas do município de São Gonçalo do Amarante disse que a OAB, criou esta coordenação em abril ultimo, diante do crescimento assustador da droga no estado e que pretende criar uma sala de auto-ajuda para os co-dependentes e dependentes de drogas. E que já participa de um grupo voluntário formado pelo Sindicato dos médicos do Ceará que de 15 em 15 dias reúnem-se para debater a questão da violência que perpassa pelas drogas com o tema: Violência Jamais, queremos paz.

Veja abaixo as fotografias e videos da Cobertura do evento realizada pelo BAB.















O ENCONTRO CEARENSE DOS GESTORES DA SAÚDE SOBRE DROGRAS é uma realização da Associação de Estudos e Pesquisas Técnico-Científica-APEC em parceria com a Revista Ceará e Municípios, recebe o apoio do Ministério da Saúde através da OPAS e tem como objetivo discutir as ações estratégicas e participativas dos governos no Ceará, com o foco voltado para a prevenção e o combate às drogas. Dentro desta perspectiva, serão abordados temas relacionados aos projetos dos Governo Federal e Estadual, e municipal as ações em prática, com a participação dos novos gestores municipais, secretários municipais de saúde, hospitais, centros de recuperação, profissionais dos CAPS, estudantes e profissionais das áreas de medicina, psicologia, enfermagem, etc.


SERVIÇO:
Encontro Cearense dos Gestores de Saúde sobre Drogas
Horário: 8h – 17h30min
Local: Faculdade Grande Fortaleza- FGF, Auditório Beni Veras
Av. Porto Velho, 401 Bairro João XXIII - Fortaleza – CE
Mais informações: (85) 3299.9900 - 9813. 5483 - encontrogestoresdasaude@gmail.com
www.encontrogestoresdesaude.wordpress.com

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Publicidade

Colunas BAB

Por Rossana_Brasil

Contagem regressiva ...

29 Dec 2020
...No ano que vem, eu irei emagrecer, parar de fumar, arrumar um amor, praticar exercícios, ganhar dinheiro, mudar de emprego e por aí vai...
Por leonardofsampaio
Este é um instrumento que tem por finalidade divulgar produções literárias, poéticas, culturais e ambientais

Vende-se um açude!!!

16 Mar 2020
"...Pelo visto, não basta só se indignar, é necessário gritar, ou até acampar exigindo atitudes dos gestores públicos..."
Por VALENTIM

Os precursores da fotografia no Antônio Bezerra

27 Jan 2020
"...Outro foto bastante conhecido dos moradores de Antonio Bezerra foi o saudoso “Foto Iracema” pertencente inicialmente ao Luiz Magrinho, localizado na Rua Hugo Victor nº 44..."
Por Robson
Conteúdo sobre a RCC, Renovação Carismática Católica

Vamos ser julgados!

04 Jan 2021
...Olhe para você. Tens cuidado de você? Você é uma casa, comprada por um alto preço! Tens cuidado de você?...