Igreja Católica reforça combate as drogas

Data 28/01/2010 19:00:00 | Tóopico: Notícias Diversas

Pastoral da Sobriedade inicia campanha para conquistar voluntários e abrir grupos de ajuda

O aumento expressivo da utilização do crack e sua disseminação em todas as camadas sociais de Fortaleza assusta até mesmo quem atua na prevenção e no atendimento aos dependentes químicos.
Os Centros de Atendimento Psicossociais (Caps), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, estão lotados de pessoas que tentam se recuperar e deixar o vício. Eles já representam 30% dos 2.400 atendimentos mensais das seis unidades.

O avanço alucinado do crack - não só na Capital, mas também no Interior do Estado - motivou a Igreja Católica a reforçar suas ações na luta contra o vício e engajar voluntários na disseminação de grupos de ajuda em todo o Ceará.

Para o secretário diocesano da Pastoral da Sobriedade, Rogério Melo, em poucos anos, o crack passou a representar um problema de saúde pública e desafia as diversas instâncias sociais. "A Igreja não poderia ficar de fora dessa luta e resgatar, para a vida, o maior número de dependentes possível", diz.

A Pastoral da Sobriedade foi criada, em 1996, pelo papa João Paulo II. "Desde essa época, o nosso saudoso papa já pressentia o perigo das drogas, inclusives das lícitas, como o álcool e a nicotina", lembra. A Pastoral foi criada no Brasil em 1998, atua no Ceará desde 2005 e, em Fortaleza, há dois anos.

Dados

Os números de atendimento confirmam a preocupação da Igreja em relação ao crack. Em 2008, ele ocupava a sétima colocação no programa dos 12 Passos da Pastoral, com 7,1% do total de 3.325 pessoas atendidas naquele ano. O álcool era o primeiro da lista, com 25,3%. Em 2009, a droga pulou para a primeira colocação, com 26,3%. A cocaína, segunda no ano de 2008, com 22,7%, caiu para a quinta posição no ano passado.

"A Pastoral da Sobriedade precisa do reforço de voluntários, que serão capacitados para atuar em grupos de ajuda", reafirma Melo



Este artigo veio de Bairro Antonio Bezerra. Com. Br
http://www.bairroantoniobezerra.com.br/BAB

O endereço desta história é:
http://www.bairroantoniobezerra.com.br/BAB/modules/news/article.php?storyid=139