" /> Bairro Antonio Bezerra. Com. Br - Catequese Evangelizadora
   
   

Pesquisa no Site

Entrar

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Livro de Visitas

Nossa Cidade

Sobre o Site

Menu

Catequese Evangelizadora imag1
 Colunas BAB 
HomeColunas BABPe. Almir Magalhães • Catequese Evangelizadora

Pe. Almir Magalhães

Catequese Evangelizadora

Imprimir artigo Enviar este artigo para um amigo. 
Começo esta abordagem com uma feliz e profunda afirmação do documento de Aparecida sobre o assunto em tela, quando afirma: “Temos alta porcentagem de católicos sem a consciência de sua missão de ser sal e fermento no mundo, com identidade cristã fraca e vulnerável… isto constitui grande desafio que questiona a fundo a maneira como estamos educando na fé e como estamos alimentando a experiência cristã; desafio que deveremos encarar com decisão, coragem e criatividade, visto que em muitas partes a iniciação cristã tem sido pobre ou fragmentada. Ou educamos na fé colocando as pessoas realmente em contato com Jesus Cristo e convidando-as para segui-lo, ou não cumpriremos nossa missão evangelizadora” (DAp nn. 286-287).

É uma afirmação que deveria ser levada a sério por nós padres, especialmente os que exercem o ministério nas paróquias, áreas pastorais, e também aos inúmeros e dedicados catequistas que temos das mais variadas idades.

Que fique claro que, anterior a esta afirmação, existe toda uma avaliação do processo catequético que tem suas raízes a partir do início do período conhecido por cristandade (por volta de 313) e que se prolongou até antes do Concílio Vaticano II; anteriormente o processo de iniciação à vida cristã se dava através de um prolongado período conhecido como Catecumenato cuja preparação era extremamente exigente, prioritariamente para adultos e o objetivo de fato era torná-los discípulos, seguidores de Cristo. Existia uma preparação sistemática, gradual e progressiva dos sacramentos da Iniciação à vida Cristã (Batismo, Eucaristia e Crisma).

Este processo fez parte da experiência dos primeiros séculos da Igreja e por volta do século VI quase não existia mais. Foi substituído pelo modelo que basicamente perdura até hoje, destinado quase que exclusivamente para crianças, cujo objetivo maior é preparar imediatamente para a recepção dos sacramentos do batismo, Eucaristia e Crisma.

Já no Concílio Vaticano II, os padres conciliares, percebendo que o modelo atual que prepara para receber os sacramentos e não para uma vivência cristã, estava defasado, propuseram em três documentos aquilo que se chamou de restauração do catecumenato: Doc. Sacrosanctum Concilium sobre a liturgia – nn. 64 e 65; Ad Gentes sobre a Atividade missionária da Igreja, n. 14 e Christus Dominus sobre o Múnus pastoral dos Bispos na Igreja, n. 14. Depois destas referências, há toda uma série de documentos que vão indicar a superação do atual modelo catequese pela Iniciação à vida cristã com inspiração catecumenal.

Em que consiste, portanto, a nova proposta de Iniciação à Vida Cristã com inspiração catecumenal? a) que ela seja permanente e não apenas ocasional; b) sua característica principal é ser querigmática, ou seja, concentre-se no essencial da mensagem de Jesus e mistagógica, que insira o catequizando no mistério de Cristo e na vida eclesial (cf. A Alegria do Evangelho, nn. 163-175 e DNC 14f). Na perspectiva do primeiro anúncio deve-se dirigir aos não crentes e àqueles que, de fato, vivem na indiferença religiosa (DCG, 61); c) que seja uma catequese que não se limite a preparar para os sacramentos, mas tenha como objetivo o discipulado, viver a proposta de JC; d) pressupõe comunidades que eduquem para o sentido de pertença Igreja; e) que seja contextualizada; e) que se dirija prioritariamente aos adultos; f) que seja fundamentada na Palavra de Deus; g) que faça a relação entre anúncio do mistério, ação celebrativa e vida.

Que a Catequese Evangelizadora, sendo permanente, cumpra a sua finalidade de aprofundar de forma sistemática o primeiro anúncio. Boa sorte ao ter a ousadia de assumir este processo.


Open in new window

Pe. Almir Magalhães:
| Este artigo ainda não foi avaliado | 0.
  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  

Níver BAB

Publicidade

Colunas BAB

Por Rossana_Brasil

Retrato de um espelho!

15 Jun 2020
Cada um devendo respeitar a subjetividade do outro. O que passar disso é qualquer coisa, menos amor.
Por leonardofsampaio
Este é um instrumento que tem por finalidade divulgar produções literárias, poéticas, culturais e ambientais

Vende-se um açude!!!

16 Mar 2020
"...Pelo visto, não basta só se indignar, é necessário gritar, ou até acampar exigindo atitudes dos gestores públicos..."
Por VALENTIM

Os precursores da fotografia no Antônio Bezerra

27 Jan 2020
"...Outro foto bastante conhecido dos moradores de Antonio Bezerra foi o saudoso “Foto Iracema” pertencente inicialmente ao Luiz Magrinho, localizado na Rua Hugo Victor nº 44..."
Por Robson
Conteúdo sobre a RCC, Renovação Carismática Católica

O Bom Pastor!!!!!!

15 May 2020
O conceito da palavra “salvação” vem do grego sötëria de onde a tradução nos remete a cura, remédio. No latim, salus tinha um significado muito particular na época.