" /> Bairro Antonio Bezerra. Com. Br - Retrato de um espelho!
   
   

Pesquisa no Site

Entrar

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Livro de Visitas

Nossa Cidade

Sobre o Site

Menu

Retrato de um espelho! imag1
 Colunas BAB 
HomeColunas BABDependência Química • Retrato de um espelho!

Dependência Química

Retrato de um espelho!

Imprimir artigo Enviar este artigo para um amigo. 
O notável Jung, dizia que projetamos no outro o que somos. E disso não ouso discordar e constato o dito nos dramas afetivos a que temos conhecimento. Em muitas ocasiões, há uma incapacidade em reconhecer verdades tão elementares que até parece a sentença do conselheiro Acácio .

Para quem não sabe o conselheiro Acácio é o personagem de Eça de Queiroz ,em O primo Basílio que é usado como representação da mediocridade e psedo-intelectualidade que existe em alguns políticos que estão por aí . O ser amado não é o que vemos, mas o que dele projetamos, fantasiamos. Em outras palavras, amor é muito mais compatibilidade que identidade. Como preconiza Lacan: o outro só tem o direito que dou a ele. Portanto, nada de amor (relação) incondicional. Há e deve haver, condições em toda relação.

Ninguém é de ninguém! Ninguém é propriedade do senhor Ninguém! O amor é uma espécie de comunicação profunda entre dois seres diferentes - único - compartilhando suas existências por desejo próprio. No entanto, muitos confundem com posse. Daí o uso dos pronomes possessivos: meu, minha esposo (a). Assim não é uma união onde um perde sua identidade adquirindo a do outro. Não. É uma unicidade. Estão juntos, mas mantém suas singularidades.

Cada um devendo respeitar a subjetividade do outro. O que passar disso é qualquer coisa, menos amor. A pretensão de que duas individualidades diferentes possam conviver longamente sem que entre elas surja algum choque, alguma aspereza, revela um romantismo desmedido e boa dose de imaturidade. Frases como "sua carreira é mais importante do que eu", "você gosta mais de futebol do que de mim" e outras semelhantes, ditas em tom dramático, fazem sorrir, vindo de uma adolescente, mas, em lábios adultos, soam como perigosa advertência de desastre.

Deixem o amor surgir na paz do seu momento complicado, afinal amor para alguns significa eterno, enquanto para o poeta : Que seja infinito enquanto dure .... ou melhor até que os chifres não apareçam.

Open in new window
Dependência Química:
| Este artigo ainda não foi avaliado | 0.
  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  

Níver BAB

Publicidade

Colunas BAB

Por Rossana_Brasil

Retrato de um espelho!

15 Jun 2020
Cada um devendo respeitar a subjetividade do outro. O que passar disso é qualquer coisa, menos amor.
Por leonardofsampaio
Este é um instrumento que tem por finalidade divulgar produções literárias, poéticas, culturais e ambientais

Vende-se um açude!!!

16 Mar 2020
"...Pelo visto, não basta só se indignar, é necessário gritar, ou até acampar exigindo atitudes dos gestores públicos..."
Por VALENTIM

Os precursores da fotografia no Antônio Bezerra

27 Jan 2020
"...Outro foto bastante conhecido dos moradores de Antonio Bezerra foi o saudoso “Foto Iracema” pertencente inicialmente ao Luiz Magrinho, localizado na Rua Hugo Victor nº 44..."
Por Robson
Conteúdo sobre a RCC, Renovação Carismática Católica

O Bom Pastor!!!!!!

15 May 2020
O conceito da palavra “salvação” vem do grego sötëria de onde a tradução nos remete a cura, remédio. No latim, salus tinha um significado muito particular na época.