" /> Bairro Antonio Bezerra. Com. Br - Traição maligna
   
   

Pesquisa no Site

Entrar

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Livro de Visitas

Nossa Cidade

Sobre o Site

Menu

Traição maligna imag1
 Colunas BAB 
HomeColunas BABDependência Química • Traição maligna

Dependência Química

Traição maligna

Imprimir artigo Enviar este artigo para um amigo. 
A traição é uma das experiências mais dolorosas que uma pessoa pode ter. Muitas vezes, é justamente a confiança traída que "arde": o turbilhão de raiva, insegurança, culpa e dúvidas que a pessoa traída sente em relação ao parceiro pode levar ao encerramento da história de amor. No entanto, depois de uma infidelidade, há casais que decidem continuar o relacionamento de qualquer maneira, sem ver a fenda que criou a traição.

Se ambos os parceiros ainda acreditam na relação, porque entendem que no final ainda há amor e na verdade as coisas antes da traição não iam tão bem, e o choque causado pela traição criou uma ruptura por assim dizer "catártica", que pode levar a um renascimento, então poderíamos tentar, mas dando a ambos os parceiros tempo para curar suas feridas e refletir sobre as causas.

Os motivos da traição são diferentes e variam consoante o casal: podem ser intrínsecos a características pessoais ou que tenham a ver com dinâmicas internas - por exemplo, muitas vezes ele trai porque a relação está a entrar em crise, ele não comunica, um não aprecia mais e não se sente mais amado.

Quaisquer que sejam os motivos, é fundamental tentar compreendê-los e tratá-los com o seu parceiro, para superá-los. Normalmente, depois de uma traição, não é o amor que acaba, mas a confiança que se estilhaça. Apesar disso, nem tudo está perdido e uma história de amor pode ser reconstruída, mesmo que não seja um trabalho simples e você precise estar pronto para que os resultados não sejam imediatos. Portanto, uma infidelidade é vivida no casal como um autêntico terremoto que abala os alicerces do mundo que ele havia construído e no qual se sentia seguro e confortável.

Reiniciar um amor após uma traição é, portanto, possível, mas devemos nos comprometer e ter perseverança, paciência e vontade. Seguindo os estudos da Dra. Ann Meyer, há passos a serem colocados em prática: o primeiro, de tudo, diz respeito à empatia: quem foi infiel deve se colocar no lugar do outro e compreender perfeitamente por que e como prejudicou o seu parceiro. É importante aprofundar a compreensão dos sentimentos do outro e quais são as coisas que o machucam em detalhes (bem como, obviamente, o aspecto da própria traição).

É importante seguir esses passos sem pressa, pois se escondermos nossa dor na areia, mais cedo ou mais tarde ela voltará a aparecer.

O segundo passo é redescobrir a comunicação; esta última é fundamental em qualquer relacionamento, assim como a capacidade de expressar os próprios sentimentos para voltar a estabelecer bases sólidas. Muitas vezes, temos como certo que nosso parceiro só pode compreender nossos sentimentos com um olhar, mas não é o caso.

É importante comunicar o que sentimos ao outro para que eles tenham consciência disso e para que os problemas possam ser superados juntos. Então, o que podemos fazer para expressar nossos sentimentos? Choramos pelo que aconteceu se sentimos vontade de chorar, fazemos todas as perguntas que temos vontade de fazer: qual foi a motivação para a traição, que sentimentos você teve, o que você pensa sobre o relacionamento, etc.

Não estamos na defensiva, mas tentamos ter a mente aberta para entender os erros cometidos e o que podemos melhorar. Às vezes vai parecer que você deu grandes passos e se sentir muito bem, enquanto outras vezes vai parecer que você está de volta ao ponto de partida; em qualquer caso, vai parecer um longo caminho.

Nos momentos em que tudo parece fossilizado e quando você está prestes a cair na armadilha de reprovar as coisas, respire fundo e pare. Relembre o seu amor pelo seu parceiro e expresse-o oferecendo um ombro de apoio, para reconstruirmos juntos um amor com futuro. E lembre-se sempre que o caminho para a confiança, depois de uma traição, exige tempo, paciência, perseverança e comprometimento.

Open in new window
Dependência Química:
| Este artigo ainda não foi avaliado | 0.
  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  

Publicidade

Colunas BAB

Por Robson
Conteúdo sobre a RCC, Renovação Carismática Católica

Vencendo as provações

24 May 2021
Quantos atletas se privam, voluntariamente, para alcançar um melhor resultado. São Paulo usa essa imagem para falar das exigências de anunciar o Evangelho: "Nas corridas de um estádio, todos correm, mas bem sabeis que um só recebe o prêmio.
Por Emanuel_Santos

*A empatia de Heitor e a falta dela no Planalto*

16 Jun 2021
"...Com essa atitude de empatia e amizade, Heitor demonstrou que se importa com o sofrimento do outro..."
Por Rossana_Brasil

Geração sem limites

16 Jun 2021
Crianças que crescem sem limites serão adolescentes extremamente problemáticos
Por VALENTIM
Por leonardofsampaio

Vende-se um açude!!!

16 Mar 2020
"...Pelo visto, não basta só se indignar, é necessário gritar, ou até acampar exigindo atitudes dos gestores públicos..."